Alexandre Kalache é um epidemiologista médico especializado no estudo do envelhecimento. Desde 2012, é presidente do Centro Internacional de Longevidade do Brasil e, desde 2015, é co-presidente da Aliança Global de Centros de Longevidade Internacionais. Seu conceito de “Revolução da Longevidade” é muito interessante.

“Em paralelo à Revolução da Longevidade, deve haver uma revolução na Educação que incorpore, estruturalmente, o aprendizado ao longo da vida. Em cada fase da vida, todas as pessoas devem obter as ferramentas necessárias, intelectuais e emocionais, para um presente que evolui rapidamente e um futuro incerto. Uma arquitetura de aprendizagem inclusiva para todas as idades, no século XXI, que seja adequada aos objetivos a que se propõe, deve ir além do aspecto simplesmente vocacional. Deve enfocar conhecimentos sobre saúde, tecnologia e finanças. Deve valorizar a experiência, metacognição e intuição, bem como ampliar a resiliência, autorreflexão e empatia.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *