O título deste texto é biográfico. Duas tarefas domésticas são terapêuticas pra mim. Lavar roupa e arrumar armário e gaveta. Uma vez li que a Ivete Sangalo lava panelas quando ela não está muito bem.

Dica: amo as dicas da Guru japonesa da  Arrumação Marie Kondo, série da Netflix. TCJ

É importante entender que não são os armários que estão desorganizados. Nós é que temos hábitos que propiciam a desorganização”, dispara a personal organizer Ingrid Lisboa (homeorganizer.com.br). De acordo com a especialista, quando se trata de limpeza, existe somente um tripé: funcionalidade, praticidade e campo de visão. O primeiro diz respeito ao nosso uso para os objetos e produtos da casa. Assim, a primeira dica é tirar um tempo para realmente separar o que é útil do que não serve mais. Somente depois passe a organizar.

Claro que manter a or- dem vai depender de ca- da um criar hábitos para manter os objetos de for- ma organizada, porém existem certas ferramentas e técnicas que ajudam no processo de organização contínua da casa. Confira abaixo algumas das medidas práticas sugeridas:

 

Roupas e acessórios

Pendure todas as peças que são fáceis de amassar ou aquelas que tenham uma modelagem que pode ser deformada caso dobrada, caso de ternos e roupas de couro. Elas idealmente devem ser distribuídas respeitando o limite de uma peça por cabide. Aquelas que não couberem nessa categoria serão dobradas em gavetas. Utilize colmeias organizadoras para roupas mais “moles”, como esportivas, pijamas, meias e peças íntimas. Já as camisetas de algodão, que precisam de um pouco mais de espaço, coloque dobradas nas gavetas, sem divisórias. Reserve as prateleiras para os modelos mais volumosos como tricôs, moletons e jeans.

Mantimentos

Faça fileiras de alimentos, sempre respeitando sua validade – menor prazos de vencimentos devem ser posicionados na frente. Também é importante levar em conta o tamanho de cada embalagem; as maiores devem ir atrás. “É interessante dividir cada prateleira em setores: matinais, massas, cereais, bebidas”, aconselha a especialista em organização. Lembrando que os alimentos que precisam manter a crocância devem ser guardados em potes herméticos, que conservem

essa característica.

Produtos

Organize, ao menos, três prateleiras por categorias: cuidados com as roupas, produtos de limpeza e estoque. Na primeira, não necessariamente devem ser mantidos só produtos. “O ferro e os pregadores também podem dividir esse espaço”, diz a profissional. A prateleira de estoque facilita na hora de fazer as compras, porque dá para ver claramente o que falta e evita desperdícios.

Estantes

No caso de armários abertos, invista em organizadores funcionais e esteticamente bonitos. Afinal, eles estarão expostos. Os objetos mais utilizados devem ficar entre os olhos e o joelho do usuário. “Se a gente não vê, a gente não usa”, afirma Ingrid. Portanto, a última prateleira deve ficar para os produtos menos usados. Caso estejam dentro de um cesto, coloque etiqueta para identificá-los facilmente de longe.

Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *